Sistema pré pago deve substituir o atual “SEM PARAR” em São Paulo até 2014


o roubo dos pedagios
12 de março de 2012|Sem Comentários

Notícia dada hoje pela Agência Estado aponta que os proprietários que possuem aparelhos eletrônicos do SEM PARAR, cerca de 2,5 milhões de veículos no estado de São Paulo  que terão que trocar, a partir do ano que vem, o equipamento usado para pagar de maneira eletrônica os pedágios e os estacionamentos conveniados.

Segundo a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), a troca será necessária por conta da implantação do novo sistema operacional, que vai operar em uma sequência diferente da feita atualmente, e que será implantado a partir de 1 de janeiro de 2013.

Os proprietários dos veículos terão como prazo do dia 1 de janeiro de 2013 até 7 de novembro de 2014 para substituir os equipamentos.

Mas os usuários não devem ficar preocupados, pois a substituição não terá custo adicional aos usuários. Ainda não se sabe como essa troca será realizada.

A nova tecnologia do sistema permitirá a chamada cobrança ponto a ponto e o pagamento será pré-pago. Com diversos sensores espalhados pelas estradas, o pagamento eletrônico do pedágio será somente em relação ao trecho percorrido, informa a Artesp.

O sistema iniciará a fase de testes na Rodovia Santos Dumont (SP 75) e vai funcionar entre Itu (km 15) e Campinas (km 77,6), passando por Indaiatuba, Salto, Porto Feliz, Cabreúva e Sorocaba. Segundo a Artesp, isto vai permitir a redução do valor da tarifa para quem percorre apenas trechos da Rodovia Santos Dumont.

Os novos aparelhos podem ser instalados gratuitamente em veículos registrados nas cidades de Indaiatuba, Campinas, Itu, Salto, Cabreúva, Porto Feliz e Sorocaba. Será obrigatória carga inicial de R$ 20 para veículos de passeio. Veículos comerciais (ônibus, caminhões, etc.) pagarão R$ 10 por eixo. A cada recarga, será cobrada uma taxa de R$ 1 por veículo.

Obs do editor: Tudo bem que as estradas estão sem buracos e bem sinalizadas, mas convenhamos que o preço que se cobra pelos pedágios hoje é quase um assalto a mão armada. Já pagamos no Estado de São Paulo o maior valor em impostos como IPVA e perguntamos: Para onde vai este dinheiro?

 

Participe da pesquisa e concorra à 04 camisetas oficiais do Contagiros.

Veja os Depoimentos desse Artigo.

Deixe um Comentário

*