Chinesa Chery quer construir fábrica no Brasil e investir cerca de 700 milhões de dólares


05 de agosto de 2010|Sem Comentários

Uma das primeiras a iniciar a venda de automóveis no Brasil a Chey poderá ser a primeira a ter sua fábrica instalada no país

Numa notícia que pode gerar mais empregos diretos para o Brasil a fabricante de automóveis Chery anunciou que escolheu Jacareí, a 82 quilômetros de São Paulo, para instalar sua fábrica no País, um investimento de US$ 700 milhões (cerca de R$ 1,2 bilhão). Seria a primeira montadora chinesa no Brasil a se instalar de forma definitiva. No fim do mês, executivos da matriz virão ao País para assinar o protocolo de entendimento com a prefeitura da cidade.

Segundo fontes de mercado, a fábrica será instalada em terreno de 1,5 milhão de metros quadrados na Rodovia Dutra, que liga São Paulo ao Rio. O início das operações estaria previsto para 2013. A capacidade inicial será de 150 mil a 170 mil unidades/ano.

O investimento será bancado pela própria matriz chinesa, que neste caso abandonaria a parceria com o grupo brasileiro JLJ, controlador da Nutriplus, de Salto (SP).

O primeiro produto será um carro pequeno, identificado como projeto S18, na faixa do Gol e do Palio, que está sendo desenvolvido na China e será produzido aqui com motor flex. A operação começará com a importação de kits (CKDs) para montagem e a nacionalização de peças será gradual. Um grupo de fornecedores de componentes da China também negocia a entrada no mercado não só para abastecer a Chery, mas as demais montadoras já instaladas no País.

Modelo S18 produzido pela Chery na China que por lá é um protótipo elétrico, mas por aqui será Flex

Além das autopeças, a Chery vai abrir caminho para outras conterrâneas que estudam subsidiárias no País, entre as quais a Lifan, Chana entre outras. Neste momento, um empresário brasileiro do setor automotivo está na China negociando parceria com a BYD, outra grande fabricante local.

Também abrirão novas fábricas no Brasil a japonesa Toyota (em Sorocaba) e a coreana Hyundai (Piracicaba), em 2012.

Ainda estão sendo finalizadas as últimas negociações sobre o terreno da Chery, mas a maior possibilidade é que o proprietário façauma doação, na expectativa de que a chegada da montadora valorize outros imóveis na região. Mas não está descartada compra ou locação da área. A prefeitura também ofereceu vantagens fiscais, como redução de IPTU e infraestrutura.

A fabricante chinesa de máquinas para construção Sany também estaria interessada em uma área em Jacareí para construir sua fábrica. A empresa planeja investir US$ 150 milhões.

O interior de São Paulo foi escolhido pelas chinesas por causa da proximidade com os maiores mercados consumidores do País e pela disponibilidade de fornecedores. Já estão instaladas na região montadoras tradicionais como GM, Volkswagen e Ford.

A Chery contratou a consultoria PriceWaterHouse&Coopers para ajudar na escolha do local.

Apesar do custo de mão de obra mais alto, os chineses optaram por São Paulo. Com o fim do regime automotivo especial no Nordeste e no Centro-Oeste (hoje só têm vantagens tributárias fábricas já instaladas), essas regiões perderam o atrativo.

Tudo leva a crer que a empresa poderá expor o modelo S18 no Salão do Automóvel 2010 em São Paulo, mas por enquanto não existe nenhuma informação que confirme isso. Caso a decisão se torne uma realidade, aí sim poderemos ver o protótipo na real.

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter

Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

 

Participe da pesquisa e concorra à 04 camisetas oficiais do Contagiros.

Outros Artigos que você deveria ver!