Tata aumenta produção do Nano para atender demanda


17 de outubro de 2009|Sem Comentários

tata_nano_2010

A Tata anunciou, no início deste mês, que irá aumentar a produção do Nano. Segundo Rajiv Dube, responsável da marca pela seção de automóveis de passageiros, o construtor quer aumentar a produção atual do Nano em 20%, passando de 2500 carros por mês, para 3000.

O mercado prevê que as vendas do modelo continuem aumentando e os pedidos também. Mas a Tata ainda está longo de atingir sua meta de entregar o lote dos primeiros cem mil veículos até o primeiro trimestre de 2010, como havíamos noticiado em seu lançamento.

O carro ultrabarato é vendido por um valor próximo de US$ 2.057, dependendo de seu conteúdo e da região. Ao preço na porta da fábrica são acrescentados o custo do frete e a comissão dos distribuidores.

Relembre os itens de Simplicidade

Há vários ingredientes na receita que permite vender o carro tão barato. O veículo vai ao forno apenas uma vez na pintura, traz um pneu simplório como estepe, usa só três parafusos para prender as rodas e o motor de arranque é de motocicleta.

O painel exibe apenas velocímetro, odômetro e medidor de combustível. Há retrovisor externo apenas para o motorista. O acesso ao tanque é feito com a abertura do capô.

O modelo básico não tem rádio, direção hidráulica, trio elétrico ou aquecedor – esses opcionais podem ser encontrados nas concessionárias.

Não preciso nem recordar que por aqui e através da Fiat o carro não deve ser vendido por menos de R$15.000,00 devido a impostos altos e injustos…

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter

 

Participe da pesquisa e concorra à 04 camisetas oficiais do Contagiros.

Outros Artigos que você deveria ver!