PSA Peugeot Citroën e Changan Chinesa concretizaram Joint Venture no final de semana


13 de julho de 2010|Sem Comentários

Imagem do Conceito V802 da Chinesa Changan que fará carros em conjunto com Citroen e Peugeot na China

A Changan e PSA anunciam joint venture na China Xu Bin, presidente da China South Group Industries Corporation, principal acionista da Changan, e Philippe Varin, presidente mundial da PSA Peugeot Citroën, assinaram em 9 de julho, em Paris, acordo para a criação de uma joint-venture.

O comunicado registra que a assinatura do entendimento aconteceu na presença de Wu Bangguo, presidente do Comitê Permanente do Congresso Nacional do Povo chinês, de Bernard Accoyer, presidente da Assembléia Nacional francesa, e de Gao Hucheng, vice-ministro do Comércio da República Popular de China.

A joint-venture irá produzir e comercializar na China veículos comerciais leves e carros de passeio. Inicialmente, os esforços serão concentrados na introdução na China da linha Citroën DS e no lançamento de uma nova marca. Posteriormente, o contrato prevê que a joint-venture irá comercializar veículos sob as outras marcas Peugeot e Changan.

Com sede em Shenzhen, na província de Guangdong, a joint-venture terá, em um primeiro momento, uma capacidade de produção anual de 200.000 veículos e motores.

A joint-venture terá capital de 4 bilhões de RMB, dividido em partes iguais entre os dois parceiros. O montante de investimento inicial é de 8,4 bilhões de RMB (1 euro = 9 RMB).

O lançamento do primeiro veículo está previsto para o segundo semestre de 2012.

Changan

A Changan China é um grupo de empresas resultante da reestruturação do China South Group Motor Industries Corp (CSGC) e da Aviation Industry Corporation of China (Avichina). Sua sede é em Pequim. A CSGC e a Avichina detêm, respectivamente, 77% e 23% do capital da China Changan. A empresa agrupa atualmente 21 empresas na produção de automóveis, incluindo algumas joint-ventures como a Changan Ford Mazda e a Suzuki Changan. Sua capacidade de produção supera 2,2 milhões de carros de passeio e veículos comerciais.

A China Changan é o quarto maior grupo automotivo chinês, com 1,87 milhão de veículos fabricados e vendidos em 2009. No primeiro semestre de 2010 foram comercializados 1.270 milhão de veículos, o que levou o grupo ao terceiro lugar no mercado chinês. A projeção para este ano é de 2,2 milhões de veículos.

PSA Peugeot Citroën

Com 3.188.000 veículos vendidos em 2009 em todo o mundo (1,856 milhão no primeiro semestre de 2010), a PSA Peugeot Citroën é o segundo maior fabricante de automóveis da Europa e líder europeu de veículos comerciais leves, com 22,7% de participação de mercado no segmento.

A PSA Peugeot Citroën já atua industrialmente e comercialmente na China através da DPCA, uma joint-venture com o Grupo DFM, assim como por meio de suas atividades com veículos importados, seu Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Design baseado em Xangai e as atividades de suas subsidiárias Faurecia (fabricante de componentes automotivos), Gefco (logística), Banco PSA Finance e Peugeot Motorcycles. Diretamente ou através de suas joint-ventures, a PSA Peugeot Citroën emprega mais de 16.000 pessoas na China.

Com mais de 272 mil veículos vendidos em 2009 (crescimento de 52% em relação ao ano anterior), a China se tornou o segundo maior mercado no mundo da PSA Peugeot Citroën. No primeiro semestre de 2010, as vendas do Grupo no país chegaram a 176.000 veículos, uma evolução de 49% em mercado que cresceu 27%.

Fonte: PSA.

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter

 

Participe da pesquisa e concorra à 04 camisetas oficiais do Contagiros.

Veja os Depoimentos desse Artigo.

Deixe um Comentário

*