Ano novo fiat nova: Veja quais serão os lançamentos mundiais até 2011


01 de janeiro de 2010|Sem Comentários

O logo parece novo, mas tem mais de meio século

O Grupo Fiat anunciou o seu plano de lançamentos para os anos de 2010 e 2011, prevendo que até ao final de 2011 se contabilizem 30 lançamentos, entre novos modelos e novas versões das marcas que o compõem.

Entre alguns dos lançamentos já confirmados do grupo, constituído pela Fiat, Alfa Romeo, Lancia, Fiat Proffesional e Abarth, encontram-se as novas gerações do Fiat Múltipla e do Lancia Ypsilon, os novos Alfa Romeo 8C GTA e Giulietta.

No caso da divisão de carros esportivos,  o construtor italiano prevê lançar o Fiat 500C Abarth e a versão conversível do 500 Abarth, o Punto Evo Abarth e o 500 TC Abarth, veículo, este, que deverá apresentar uma potência máxima de 200 cv.

Por outro lado, o já mencionado Alfa Romeo Guilietta chegará ao mercado em meados de 2010 e apresentará uma carroceria de cinco portas e uma ampla oferta de motorizações, onde não faltará as tecnologias MultiAir e Multijet. O facelift do 159 e o lançamento de uma versão GTA do desportivo 8C serão as duas outras novidades da marca para 2010, sendo 2011 o ano do lançamento do facelift do Mito.

Para 2010, a Fiat tem já agendada a renovação do Bravo e do Qubo e a chegada de um novo modelo de base Chrysler, sendo previsto para o mesmo ano, o sucessor do Multipla. Em termos de veículos comerciais o próximo ano trará o lançamento do novo Fiorino, do Doblò Cargo e de um furgão baseado no Panda.

Em 2011, a Fiat pretende lançar a nova geração Panda, o renovado Punto Evo, enquanto que o Linea receberá um conjunto de alterações, particularmente a nível estético com vista a adoptar a nova identidade visual da marca. No que toca aos veículos comerciais, 2011 será o ano de lançamento dos renovados Scudo, Ducato e Strada.

Por último, a Lancia lançará as remodelações e facelifts do Musa, Ypsilon e Delta em 2010. Enquanto que, em 2011 será conhecida a próxima geração do Ypsilon, bem como uma novo sedã e um conversível para o segmento D e, ainda, um novo monovolume para suceder ao Phedra.

No Brasil onde a Fiat é líder de mercado, deu para ver que as novidades que teremos serão exatamente os modelos que saem de linha por lá e começam a ser vendidos aqui. Na lista vários conhecidos, como Strada, Punto, Novo Palio, Bravo etc…

Entendo que as empresas criem suas linhas primeiro lá fora e depois usem o país para dar sobrevida as estruturas, mas me parece que os emergentes tem servido mesmo para fazer o que chamamos de TER LUCRO, pois as empresas penam com margens lá fora e por aqui todas elas tem tido BASTANTE LUCRO.

 

Participe da pesquisa e concorra à 04 camisetas oficiais do Contagiros.

Outros Artigos que você deveria ver!